Automóvel

Como Acelerar a Regularização de Um Sinistro Automóvel?

Todos sabemos as chatices que existem quando temos um acidente. Na melhor das hipóteses temos que perder tempo com burocracias. Na pior das hipóteses teríamos de ir a tribunal para resolver os problemas. Neste artigo falamos-lhe de um sistema criado para indemnizar diretamente os segurados.

Convenção IDS

Para facilitar e acelerar a regularização de uma grande maioria de acidentes de viação foi constituída uma convenção entre a grande maioria das companhias de seguros a operar em Portugal. Esta convenção, denominada de Convenção de Indemnização Direta ao Segurado (IDS) é muito útil mas tem algumas regras que importa que conheça.

O Que Acontece Em Caso De Sinistro Automóvel?

Em caso de ocorrência de um sinistro, a seguradora do condutor inocente depois de feita a peritagem pode pagar as indemnizações ao seu cliente e acertar as contas com a companhia de seguros do condutor culpado do acidente. Deixemos as seguradoras tratar de tudo entre si e se existissem problemas jurídicos seriam os seus departamentos jurídicos a entender-se. O cliente já teria o seu problema resolvido.

Quais as situações em que é possível regularizar sinistros com o IDS?

Ambos os veículos têm de ser segurados por companhias que tenham aderido a esta convenção;

Do acidente apenas podem ter resultados danos materiais (excluem-se danos corporais) e de reparação inferior a €15.000 (em cada um dos veículos);

Necessidade de preenchimento de declaração amigável por ambos os condutores, sendo que agora já pode ser feita Online;

Só podem estar envolvidos dois veículos e estes têm de colidir um com o outro (um choque contra um semáforo está excluído, por exemplo);

Esta convenção, de acordo com algumas fontes, poderá resolver perto de 70%-80% dos sinistros de responsabilidade civil, o que é já um número bastante interessante que faça com que deva conhecer esta convenção.

Sobre o autor

A Carteira

Deixe o seu comentário: