Crédito

Qual o crédito pessoal mais barato?

crédito pessoal
Written by A Carteira

No momento da contratação de um crédito, todos os custos contam. Para conseguir poupar dinheiro tem de analisar um conjunto de fatores para escolher o crédito pessoal mais barato. Neste artigo deixamos-lhe algumas dicas para que consiga escolher o crédito que mais se adequa às suas necessidades.

Só um fator conta

É verdade. Podemos tentar contornar a questão mas no que toca a pagar a prestação ao banco só um fator conta. E esse fator é o preço. Isto não significa que o que importa é a Taxa Anual Nominal (TAN) que é a taxa que costuma ser publicitada. Significa antes que temos de olhar para todos os custos que tem de suportar. São eles:

  • Comissões de abertura, o valor que se destina a pagar os custos administrativos e burocráticos da análise do processo de crédito;
  • Comissão de processamento de prestação, um valor que nos é cobrado para cobrir eventuais custos com o processamento, nomeadamente o envio de cartas ou outros;
  • Seguros, que podem ser seguros de proteção ao crédito ou seguros de vida

Como comparar as diferentes alternativas?

Para poder comparar as diversas alternativas de crédito pessoal temos de analisar a Taxa Anual Efetiva Global ou TAEG. Esta é a taxa que considera o impacto de todos os custos acima referidos em forma de taxa de juro. E neste campo existem diferenças que são assinaláveis. Tenha em mente que quanto maior for o prazo menor o impacto que os custos têm na taxa de juro global.

Quem ganha o prémio de melhor crédito pessoal?

Realizámos um estudo com base num cliente que procurava um contrato de crédito pessoal de €10.000. Comparámos dois prazos, 48 meses e 72 meses e fizemos uso dos sites dos bancos e de outros comparadores disponíveis na internet. O resumo da nossa análise é apresentado na tabela abaixo.

 crédito pessoal

Podemos tirar algumas conclusões:

  • Existem bancos que são bastante mais agressivos do que os outros. O ActivoBank, por exemplo, tem uma proposta bastante diferenciadora. Para usufruir destas condições tem de ser cliente do banco, o que não lhe trará encargos adicionais.
  • O peso das comissões de processamento e de análise acaba por pesar bastante em alguns bancos, sendo este peso diluído com o tempo;
  • O valor médio praticado pelo mercado é mais ou menos semelhante, não existindo uma diferença muito significativa entre financeiras e banca tradicional.

Tenha em mente que uma pesquisa bem feita e uma análise correta de todos os custos é meio caminho andado para conseguir poupar dinheiro todos os meses. O crédito pessoal é um contrato para prazos alargados pelo que todo o cuidado é pouco para tomar a melhor decisão.

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário: