Poupança

Orçamento familiar – Como organizar melhor o seu dinheiro

Orçamento Familiar
Written by A Carteira

O dinheiro é organizado mentalmente de acordo com um conjunto de características e de técnicas que nos permitem um maior controlo e racionalidade. Neste artigo vamos apresentar-lhe algumas ideias sobre a organização do orçamento familiar de modo a que consiga um maior controlo financeiro.

Como classificamos o dinheiro?

A teoria comportamental diz-nos que organizamos ou categorizamos o dinheiro num conjunto de categorias que falaremos já de seguida. Teremos três níveis de classificação:

  • Despesas são organizadas em orçamentos, como por exemplo despesas com a habitação, alimentação, educação e divertimento;
  • A riqueza é dividida em contas, como sendo as contas do dia-a-dia, a conta poupança e a conta para a reforma;
  • O rendimento organiza-se pela sua regularidade, nomeadamente o rendimento fixo e o rendimento variável.

A forma como cada pessoa classifica os diferentes níveis é fundamental para um maior controlo. Cada pessoa tem as suas crenças e prioridades mas também os seus enviesamentos o que faz com que esta classificação possa variar. Com isso varia também o sucesso no controlo, se bem que diferentes pessoas têm diferentes necessidades de controlo financeiro.

Porque fazemos um orçamento familiar?

A divisão do rendimento e das despesas nas categorias acima referenciadas é um passo importante para que consigamos controlar o destino que damos ao dinheiro. Um bom orçamento permite-nos:

  • Maior facilidade nas escolhas pois o dinheiro é escasso. Assim, temos de optar por determinada despesa em detrimento de outra despesa (ou da poupança);
  • Maior controlo e delimitação do consumo em níveis acordados por nós.

O orçamento familiar e o rendimento disponível

Quanto menor for o rendimento disponível maior a necessidade de fazer um orçamento familiar. Maior também a necessidade de controlarmos melhor o nosso dinheiro (com regras mais rigorosas) pois uma decisão errada pode colocar em causa todo o esforço do mês (por exemplo, ceder à tentação de comprar um novo casado pode impossibilitar que naquele mês paguemos alguma conta essencial).

Isto não quer dizer que as famílias com maiores níveis de rendimento não devem controlar o destino que dão ao seu dinheiro. Muito pelo contrário. Diz-nos a experiência que os problemas financeiros mais graves surgem em famílias com níveis de rendimento mais elevados, quando confrontadas com alterações no seu contexto (por exemplo, o desemprego de um dos membros do casal). Isto é simples de perceber se tivermos em conta que o consumo das famílias tem uma grande correlação com o seu rendimento apesar de poder ser lógico que famílias com mais rendimentos poderem destinar uma maior fatia do seu orçamento à poupança.

Como introduzir a poupança no seu orçamento familiar?

Se é certo que não poupamos mais por uma questão de prioridade – se assim não fosse, como poderíamos explicar que o aumento do rendimento disponível das famílias nos últimos tempos foi acompanhado pela queda da poupança ou do aumento do endividamento? – como é que podemos contrariar esta tendência? Talvez “o segredo” esteja em considerar a poupança no seu orçamento familiar.

A ferramenta que nos permite poupar dinheiro sem nos apercebermos consiste nos programas de entregas periódicas para contas poupança. A inércia encontra hoje em dia uma desculpa nas baixas taxas de retorno dos produtos de poupança sem risco (porque a queda das taxas EURIBOR é visível não só no crédito como também na poupança). No entanto, mesmo que recebamos pouco conseguimos acumular o dinheiro que de outro modo iriamos gastar em consumo. Nunca esqueçamos que uma taxa de juro de 1% é maior do que uma desvalorização de 100% que o consumo provocaria.

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário:

NOS


<%-- negocios e empreendedorismo --%> Blogs do Ano - Nomeado Negócios e Empreendedorismo