IMI - Impostos da Casa

Procura o melhor Crédito Habitação?

Simule aqui e solicite o seu empréstimo

Concordo com os termos e condições e política de privacidade

Ao enviar os seus contactos concorda com os nossos Termos e Condições e Políticas de Privacidade


 
Portugal é um país de proprietários. Olhamos para a habitação própria como um investimento e temos de recorrer ao crédito habitação para o realizar. Neste artigo damos-lhe algumas dicas para poupar com o seu crédito habitação, sendo certo que a poupança que conseguir hoje irá durar muitos anos.

Por Onde Começar?

Apesar de focarmos este artigo mais na lógica da transferência de um crédito habitação que tenha já em curso algumas das dicas que apresentamos são também válidas para quem irá realizar uma nova aquisição. Na prática, quer compre uma habitação nova quer faça a transferência do seu crédito, estará a realizar um novo contrato.

O primeiro passo em qualquer processo consiste em perceber qual a situação ao certo. Se tem um crédito em curso deverá identificar:

  1. Montante total em dívida;
  2. Taxa de juro (tanto o indexante EURIBOR como o spread);
  3. Custos associados ao seu crédito (nomeadamente seguros).
  4. Valor de mercado da sua habitação.

Perceber se vale a pena avançar com o processo

A transferência de um crédito habitação é um processo burocrático (apesar de poder ter quem trate de todo o processo por si). Assim, é fundamental que perceba se valerá a pena avançar. Tenha em atenção algumas “regras de bolso”:

  • Se o seu spread atual é inferior a 1.5%-1.7% é provável que o benefício não seja muito elevado. Sugerimos que aguarde mais uns meses até que os spreads de mercado baixem mais um pouco;
  • Se a relação entre o montante total em dívida e o valor de mercado da sua habitação (conhecida como relação empréstimo garantia) for superior a 85% irá estar dependente da “boa vontade” do avaliador. O mesmo será dizer que será difícil aprovar o seu crédito.

Como iniciar o seu pedido de transferência de crédito habitação?

Para poder transferir o seu crédito é necessário que recolha um conjunto de dados importantes sobre si (rendimento, contrato de trabalho), sobre o imóvel e sobre o crédito que tem atualmente.

O passo seguinte consiste em contactar os vários bancos e negociar. O problema de o fazer de forma isolada é que irá ter de suportar diversas comissões. Adicionalmente, o seu poder negocial não é muito elevado e acaba por ter de se sujeitar às tabelas do banco. Daí que sugiramos que vale a pena recorrer a um consultor especializado que tipicamente não cobra qualquer valor por este serviço. Se quiser avaliar o seu processo sem compromisso sugerimos que preencha o formulário abaixo.

NOS


<%-- negocios e empreendedorismo --%> Blogs do Ano - Nomeado Negócios e Empreendedorismo