Seguros

Quer reduzir a prestação do seu crédito habitação? Os passos para poupar

seguro de vida do crédito habitação
Written by A Carteira

SIMULE SEM COMPROMISSO

Ao enviar os seus dados concorda com a Política de Privacidade da April Portugal
Preencha o formulário para receber a sua simulação!

Já estamos a mais de meio do ano, muita gente já está a terminar o período anual de férias e, por tradição, os meses de Setembro e Outubro são bons para algumas mudanças e reestruturações em casa e no orçamento familiar.

Já estamos a mais de meio do ano, muita gente já está a terminar o período anual de férias e, por tradição, os meses de Setembro e Outubro são bons para algumas mudanças e restruturações em casa e no orçamento familiar.

Por isso falamos-lhe agora em crédito habitação e no seguro de vida que lhe está associado. É quase inevitável a determinada altura da vida ter compromissos deste tipo ou ter de os contratar para outros membros da família.

A maioria dos portugueses ainda opta por ter carro e casa. Nesta bolha do mercado imobiliário voltou a compensar comprar casa, em face de arrendamentos proibitivos nas cidades maiores e suas áreas metropolitanas.

Um dos seguros obrigatórios – a par do automóvel – é o seguro de vida. Apesar de já terem passado alguns anos desde que a lei mudou, em 2009, muitos consumidores têm ainda um comportamento algo conservador e distante destas matérias, sem saberem que as regras estão agora a seu favor.

Compensa mudar de seguro de vida?

A maioria das pessoas tem um seguro de vida associado à compra de casa. Mas com as alterações de mercado, há grande probabilidade de estar a suportar um encargo demasiado elevado com ele.

Quando contratou o serviço – e mesmo na actualidade – até pode ter a sensação de que o peso do seguro no seu orçamento não é avassalador. No entanto, a maioria esquece que à medida que envelhece o prémio do seguro de vida irá aumentar bastante. É preciso pôr em causa se compensa mudar de seguradora, mesmo com agravamento de spread.

Como fazer o diagnóstico?

Para perceber se vale ou não a pena mudar o seu seguro de vida, deverá ter em consideração três variáveis muito importantes:

Prémio Atual – Quanto paga atualmente pelo seguro de vida associado ao crédito habitação.

Spread Atual do Seu Crédito Habitação – Pode até compensar mudar todo o crédito habitação para outro banco, especialmente se o seu spread for superior a 1,5%.

Análise à escritura – Apesar do banco não poder rever as condições do seu spread, pode desencorajá-lo a mudar de seguradora.

O nível de poupança

É um facto que a maioria das pessoas nem olha para o seguro de vida quando contrata o crédito habitação. Por isso reforçamos: se nunca olhou para o prémio do seu seguro de vida e se nunca teve o cuidado de o negociar, é muito provável que esteja a perder dinheiro.

Temos inúmeros exemplos de poupanças superiores a 60%. E se considerarmos que os contratos duram vários anos, imagine quanto pode poupar (se poupar apenas 10€ num contrato de 30 anos, irá poupar pelo menos €3.600, ignorando o impacto da variação da idade no prémio do seguro de vida).

Conheça alternativas como a da April

Em poucos anos o mercado passou a oferecer alternativas com benefício mais claro para os consumidores. Uma seguradora destacada por ter mais de 15 anos de experiência em Portugal é a APRIL Seguros, que se tem destacado como especialista em Seguros de Vida para Crédito Habitação, registando efectivamente reduções de até 60% no custo dos seguros.

Este tipo de seguradora oferece apoio e aconselhamento durante todo o processo de transferência do seguro de vida, garantindo que os clientes estão totalmente preparados para solicitar a transferência do seguro de vida, sem receios face a argumentações das entidades bancárias e em total consciência da lei, sem receios sobre os seus direitos.

Este produto tem sido distinguido por garantir boas coberturas a um preço muito competitivo, incluindo ainda o acesso exclusivo e gratuito a um portal de saúde e bem-estar, o April Medical, com quatro tipos de apoio: consultas médicas, segunda opinião médica, consultas de nutrição e testes de hábitos saudáveis.

Faça as contas para o seu caso

Imagine que contacta o serviço de optimização de seguros e constata que pode poupar 50% do prémio mensal do seguro de vida. Imagine que essa poupança é de €30 por mês. Agora, deverá perceber quanto poderá ver o seu spread agravado em caso de mudança. Na maioria dos casos, o benefício associado à inclusão do seguro de vida na escritura é de 0.10%.

Num contrato de €100.000 a 30 anos, e com taxa de juro de 1.9%, o agravamento de 0.10% é de… 5€ mensais. Poupa, assim, €25 todos os meses, o que no final do prazo resulta numa poupança de pelo menos €9.000. Mesmo que o agravamento chegue a 0.20%, por exemplo, e não sendo tão alto o nível de poupança, a mudança continua a compensar claramente.

Depois de poupar…aplique as poupanças e compense os seus sonhos!

A análise e a mudança exigem concentração a qualquer um. Mas se compensar, já pensou em fazer coisas que não esperava alcançar tão cedo? Pense nas suas prioridades e planos. Educação? Viagens? Uma segunda casa? A escolha pode ser sua, se aplicar a poupança com critério.

Se optar por mudar um ou até toda a base dos seus seguros, o natural é que consiga alguma poupança mensal (especialmente se tiver um seguro de vida no pacote).

Aproveite esta vitória nas suas finanças pessoais e pense em conhecer as soluções de poupança, nomeadamente os seguros financeiros, uma óptima ferramenta para economizar.

Se pensar que já não contava habitualmente com aquela quantia e que agora vai automatizar essa poupança, notará que está a fazê-lo com um esforço residual, e que pode, com esse dinheiro, concretizar outros projectos de vida.

Pensar na poupança como um débito directo mensal na sua conta ajuda muito a fazê-la. Não é só a operadora de telecomunicações que lhe leva uma quantia mensal. Imagine sempre que está a pagar a si próprio primeiro e não só aos serviços mensais a que não pode fugir!

Perceba também onde é que esse excedente lhe pode render mais – seja em depósitos a prazo, certificados do tesouro ou seguros de capitalização. Hoje as taxas de juro de produtos sem risco são muito reduzidas ou perto de zero, por isso investigue as melhores ofertas do momento – o mercado está sempre a mudar.

SIMULE SEM COMPROMISSO

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário: