Seguros

Seguro de acidentes pessoais

segurança
Written by A Carteira

Tendemos a não gostar de seguros e acabamos por subscrever maioritariamente os seguros obrigatórios. Sendo certo que esta postura está a alterar, ainda existe um caminho para percorrer. Neste artigo vamos falar-lhe da importância do seguro de acidentes pessoais.

Porquê fazer um seguro de acidentes pessoais?

Os acidentes acontecem. Não queremos ter acidentes mas no dia-a-dia a probabilidade da sua ocorrência é elevada. Podemos cair das escadas. Podemos ter um acidente de bicicleta, ter um acidente doméstico ou lesões a fazer desporto. E isto pode acontecer quer sejamos muito cautelosos ou quer sejamos mais irresponsáveis.

Os seguros de acidentes pessoais surgem para fazer face às consequências financeiras associadas a estes acidentes. Por uma quantia reduzida é possível subscrever um conjunto de coberturas que nos deixa mais descansados quanto a um infortúnio. Esperemos que não aconteça, mas se acontecer estamos protegidos.

Quais as coberturas que pode contratar?

As coberturas disponíveis são cada vez maiores. Existem diversos contratos que se podem adequar às suas necessidades, pelo que pode ser recomendável recorrer a um mediador de seguros de confiança. Podemos destacar algumas coberturas úteis:

  • Morte – a companhia de seguros garante o pagamento, ao beneficiário, do capital em caso de morte, como consequência de acidente.
  • Invalidez Permanentea companhia de seguros garante o pagamento, ao beneficiário, de uma indemnização cujo montante resulta da aplicação ao capital segurado, da respetiva percentagem de invalidez estabelecida na Tabela de Desvalorização.
  • Hospitalização na sequência de acidente – pagamento de um subsídio diário fixado nas condições particulares;
  • Despesas de tratamento –pagamento das despesas de tratamento até ao capital contratado;

Atenção às exclusões do seu seguro

O ponto que costuma gerar mais mal-entendidos entre os Clientes e as companhias de seguros está intimamente relacionado com as coberturas que estão excluídas. Mais uma vez, é importante ter um aconselhamento de um mediador mas também é fundamental que leia as cláusulas para garantir que está a tomar a decisão adequada com os seus interesses. Algumas exclusões poderão ser:

  • acidentes em veículos motorizados de duas rodas – Muito importante pois cada vez mais andamos de motas e podemos ter acidentes na condução que não estão cobertos;
  • prática de desportos perigosos ou em modalidade profissional;
  • caça;
  • alpinismo;
  • suicídio;
  • acidente vascular cerebral;
  • entre (muitos) outros.

Onde contratar o melhor seguro de acidentes pessoais?

Cada seguro tem as suas especificidades. Cada pessoa tem as suas características. Assim, é importante que contacte um mediador que o possa aconselhar sobre o melhor produto para as suas necessidades.

Existem diversas companhias de seguros e todas elas acabam por ter uma oferta de seguro de acidentes pessoais. É certo que existem companhias mais generalistas que oferecem todos os seguros, mas sem ter uma especialização num produto específico. Existem outras companhias que se focam nas pessoas. Pela sua novidade, destacamos o seguro de acidentes pessoais da April, um seguro lançado muito recentemente e que vem complementar a oferta de seguro de vida crédito habitação, mas que por ser novidade promete vir a ser diferenciador. Algumas características que lhe poderão interessar:

  • Simplicidade – é possível contratar as coberturas base e coberturas opcionais, sendo a contratação efetuada por escalões de capital. A adesão é simples e muito rápida, sem encargos de fracionamento.
  • Coberturas essenciais – a April focou a sua oferta nas coberturas que são tipicamente mais valorizadas pelos segurados, procurando assim ter uma oferta generalista mais competitiva. É certo que alguns clientes poderão desejar outras coberturas, mas para a grande maioria das famílias estas são as coberturas mais importantes;
  • Seguro sem franquias os períodos de carência, uma vez que se assume que os acidentes são fortuitos (não parece que os segurados queiram ter um acidente e partir uma perna para ganhar algum dinheiro);
  • Prémio fixo que não agrava com a idade – esta é uma grande vantagem na medida em que existem seguros cujo prémio vai aumentando, acabando por prejudicar os clientes de mais idade;
  • Ausência de formalidades médicas – não precisa de fazer exames nem análises.

Cada vez mais é necessário acautelarmos o presente. Não queremos ter problemas nem acidentes mas é certo que os teremos. O incerto é o momento e as consequências. Se pudermos mitigar o impacto das consequências por um valor reduzido e, com isso, proteger a nossa família e os nossos filhos, por que não fazê-lo?

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário:

SIMULE JÁ O SEU CRÉDITO COM A NOSSA AJUDA!