Opinião

Toca a gastar que é bom!

cartões
Written by A Carteira

Recentemente ficámos a conhecer os dados do crédito ao consumo em Portugal. Temos vindo a alertar com recorrência para os perigos do crédito muito fruto da nossa experiência a resolver problemas de excesso de endividamento. Infelizmente, as famílias em Portugal continuam a considerar que a vida com recurso ao crédito é o caminho a seguir. Queremos aproveitar a vida e esquecemo-nos que as nossas decisões têm consequências que muitas vezes são graves.

O crédito não é algo errado se utilizado enquadrado no orçamento de uma família. No entanto, vemos que os rendimentos das famílias aumentam ao mesmo tempo que aumenta o recurso ao crédito. De um ano para o outro consideramos fundamental mudar de automóvel, com o crédito para esta finalidade a aumentar quase 18%. Voltamos a repetir os erros do passado mas acreditamos, talvez, que enquanto a “vara vai e vem descansam as costas”.

Numa época em que as taxas de juro aparentam uma estabilização e quando se espera que em breve venham a começar a trajetória ascendente, devemos aproveitar para refinanciar o crédito habitação (transferir o crédito para outra instituição) e baixar a prestação. Devemos procurar consolidar créditos com taxas mais baixas e se possível fixar taxas. Não é prudente esvaziar as contas bancárias, cortar com a poupança e consumir o dinheiro que vamos receber no futuro. Em breve as prestações bancárias vão começar a subir e aí as taxas de esforço vão voltar a pressionar os orçamentos das famílias. E depois? Choramos?

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário: