Poupança

Seja presente e poupe no dia da mãe

Dia da Mãe
Written by A Carteira

Seria impossível esquecer que o primeiro domingo de Maio é dedicado a quem investiu/investe em nós dedicação incondicional – a nossa mãe. Já deve saber que para a sua o que mais conta é a atenção e a presença, mas é natural querer levar-lhe alguma coisa especial neste domingo, o Dia da Mãe em Portugal.

Se começa a pensar em números, de imediato lhe vem à cabeça que a carteira não estica…e que se aproximam a passos largos os meses de férias e o final do ano lectivo. Por isso, deixamos-lhe pistas grátis ou a quantias módicas para assinalar o dia devidamente e ainda fazer um brilharete.

Promova um piquenique num jardim

Leve o almoço feito de casa, promova um piquenique num jardim de um museu, fundação, parque da área da sua residência. Antes ou depois leve a sua mãe a espreitar o dito museu. Muitos dos públicos são gratuitos até às 14h. Tem, por exemplo, em Lisboa, a Fundação Gulbenkian, a partir das 14h e, no Porto, Serralves, até às 13h. E há outros descontos para jovens, terceira idade e portadores de determinados cartões.

Cuidado com o custo das flores

Se a sua mãe é pessoa de flores, neste Dia da Mãe tenha cuidado com quantias elevadas que se pedem nesse dia de preços inflaccionados. Ofereça-lhe uma planta que vai durar bem mais que um ramo ou sementes para plantar, por exemplo. Passe pelas grandes superfícies onde uma simples orquídea em vaso pode custar menos 10 euros que numa florista tradicional.

Gosta de manualidades?

Se ela adora manualidades e o filho/a “tem jeitinho”, já sabe como fazer pequenas coisas fáceis e que são, de facto, úteis: uma base para quentes, bases para copos, uma pequena carteira, uma floreira/base para plantas/flores, um suporte para velas, uma mesa de apoio feita de paletes…isto e tudo o mais que o seu engenho e arte alcançarem.

Visite um alfarrabista

Vá a um alfarrabista, a grupos de troca/venda de livros a quantias módicas (há muitos nas redes sociais, autarquias, juntas de freguesia, etc)  e, já agora, aproveite até para oferecer à sua mãe a inscrição numa biblioteca pública ou municipal – que actualmente estão modernizadas, com muita programação alternativa, empréstimo de livros, cds, dvds, jornais/revistas e acesso a computadores. Não paga nada e estará seguramente a acrescentar algo à sua vida.

Veja também A importância de poupar antes de ter filhos

Especificamente para este dia 6 de Maio, ficam ainda algumas propostas específicas de programas para o dia:

Caminhada Histórica – Os Sobreviventes do Terramoto

Com partida do Largo Camões, a ideia é ficar a conhecer Lisboa através de alguns dos mais belos edifícios que resistiram ao Terramoto de 1755. Fica 9 euros por pessoa. Dura das 9h30 às 13h30 e deve reservar previamente

A Antiga Aldeia de Broas

Por apenas 6,5 euros por pessoa, das 9h30 às 13h, há uma visita por caminhos rurais, com vistas para Mafra, numa caminhada em busca de uma antiga aldeia abandonada há décadas, mas que mantém os edifícios originais. (reservas@huntingviews.pt).

Quinta da Regaleira

Uma visita guiada com um historiador da região, João Rodil. A começar às 10h, paga 12 euros se for do concelho, se não, são 18 euros. A não perder este espaço absolutamente mágico e sem par. A sua mãe vai adorar. (reservas: Info-line :914175398)

Visitas encenadas no Museu de São Roque

Para o Dia da Mãe este museu preparou visitas encenadas com recriação histórica que dão a conhecer a história de São Roque por via das peças da colecção. Dia 6 é às 15h e são 7 euros por pessoa (reservas:916020883 – Cantiga D’Alba)

Yoga do Riso em Belém

Porque também se assinala o dia mundial do riso, há uma festa onde as famílias vão poder praticar Yoga do Riso. Para descontrair, das 15 às 18h. A entrada é livre.

Mãemastê – Vinyasa Yoga

As mães só pagam 5 euros (e os filhos 10 e também podem vir e partilhar a experiência) para conhecerem o espaço e fazerem uma aula desta corrente de yoga (work in studio: reservas: marianarsucho@gmail.com)

Anjos Fleamarket

Mercado de entrada livre, que vende a preços razoáveis, e dá a conhecer pequenos artesãos e artistas. São mais de 100 bancas de roupa, novos e usados, moda vintage, decoração, arte e edição independente, no Regueirão dos Anjos, nº70, das 11h às 19h.

O dia da mãe não precisa de ser um dia para gastar dinheiro. As mães valorizam muito o simbolismo e a entrega que muitas vezes é substituído por valores monetários que desvalorizam completamente este dia. Esteja no que faz e isso fará toda a diferença!

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário:

NOS


<%-- negocios e empreendedorismo --%> Blogs do Ano - Nomeado Negócios e Empreendedorismo