Lisboa por quase nada Poupança

Concertos da Filho Único na cidade

Festival Juvenil
Written by Gisela Marques

Há uma série de concertos promovidos este Verão pela editora Filho Único. Nascida há mais de 10 anos com um percurso de reconhecida qualidade, o projecto é marcado pela descoberta de novos talentos, a par da intervenção cultural nas franjas sociais da cidade. Entre outras iniciativas, lançaram a editora Princípe, para que jovens vindos de de situações sociais e económicas muito desprivilegiadas, pudessem hoje em dia a subsistir apenas através da música.

Agora voltam a povoar os jardins dos museus, bibliotecas e outros pólos culturais de Lisboa, sempre com entrada livre. A programação termina no mês de Julho no jardim do Palácio dos Coruchéus, em Alvalade, sexta-feira, dia 27, com um concerto de Mark Ernestus’ Ndagga Rhythm Force.  Segue-se o cartaz de todo o mês de Agosto.

Confira o programa aqui em baixo e descontraia na recta final de uma semana de trabalho. Uma bela forma de entrar no fim de semana com um sorriso nos lábios.

Programa:

Agosto – Jardim das Esculturas do Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado e Pólo Cultural Gaivotas

pelas 19h30 e com entrada livre

3 de Agosto – Brigid Mae Power (IE)  

‘Artista irlandesa, nascida em Londres, com vida em Nova Iorque, um álbum gravado no Oregon e outro em Galway (onde actualmente reside), tem no currículo colaborações com Lee Ranaldo, Alasdair Roberts e Richard Dawson, é versátil no acordeão, ukelele, piano e harmónio e conta com a visão de Peter Broderick na produção dos seus álbuns.’

9 de Agosto – Luís Severo – No Pólo Cultural das Gaivotas (concerto extra)

Da nova geração da música portuguesa, Luís Severo é sem duvida um talentos a destacar e um dos escritores de canções em português em merecida ascenção. Conta já com dois álbuns de originais celebrados pela crítica.

10 de Agosto – Rafael Toral revisita “Wave Field” Versão Surround (PT)  

‘A propósito das recentes reedições da Drag City de dois álbuns seminais do músico Rafael Toral, “Sound Mind Sound Body” e “Wave Field”, surgiu o desafio para uma revisitação à música ambiente que compôs para guitarra durante os 1990s e parte da década seguinte. Apresentar “Wave Field” ao vivo, cerca de um quarto de século após a sua criação, revelou-se como a escolha óbvia dado o carácter transformativo da obra e a expansão além do domínio da música ambiental.’

17 de Agosto – Sallim (PT)  

‘Jovem cantautora nacional, com gracioso talento também em desenho e artes gráficas, que lançou o muito incensado “Isula” há dois anos – num serão memorável na Galeria Monumental – e que integra as fileiras do colectivo e editora Cafetra Records, de Lisboa. Em voz e guitarra tem construído um repertório sofisticado de canções doces, suavemente acima do chão (…).’

24 de Agosto – Barre Philips (US)

‘Este cavalheiro octogenário natural de San Francisco, há muito sediado no Sul de França, é simplesmente um dos contrabaixistas mais produtivos na definição do que foi o cruzar do movimento cultural do free jazz Norte-Americano e a esteira da improvisação livre Europeia a partir da década de 60, contribuindo para novas e múltiplas avenidas de expressão em música e som. (…) Não sendo um estreante em visitas a Portugal, esta será por ventura a primeira vez que se apresentará a solo no nosso país (…).’

Sobre o autor

Gisela Marques

Gisela Marques é formada em comunicação social. Trabalhou sobretudo na imprensa escrita na área cultural, tendo passado pelos universos da edição e do audiovisual. Faz crítica especializada para a imprensa e escreve na Carteira sobre temáticas diversas, da Cultura às Finanças Pessoais.

Deixe o seu comentário:

NOS


<%-- negocios e empreendedorismo --%> Blogs do Ano - Nomeado Negócios e Empreendedorismo