Poupança

Bitcoins são um bom investimento?

bitcoin
Written by A Carteira

É provável que já tenha ouvido falar da nova moeda da era digital, as bitcoins. Mas sabe realmente o que são? Onde são emitidas? Quanto valem? É melhor investir em bitcoins ou em ouro? Estas e outras respostas já de seguida.

Diferentes tipos de moeda

De forma mais tradicional, podemos definir a moeda como um objeto metálico, ou em papel, que representa um valor, que nos permitirá efetuar trocas de bens e serviços. O valor da moeda é variável conforme o volume de circulação e a valorização que damos àquela unidade monetária. Mas na realidade, uma moeda não tem de ser sequer um objeto físico.

Para ser considerada como moeda só tem de ser aceite pela outra parte com quem estamos a transacionar. O valor do dinheiro pode ser negociado de diferentes formas para além da moeda, como é o caso de commodities (mercadorias), que são valorizadas como as moedas e transacionadas pelo mundo. Exemplos como ouro, prata, trigo, algodão, ou títulos de crédito, ações, etc).

Origem das bitcoins

As bitcoins são moedas digitais que pertencem ao subgrupo das criptomoedas. Ou seja, são moedas que não são fabricas pelos governos locais, nem são objetos físicos, mas sim moedas criadas digitalmente por códigos informáticos gerados e que só são legíveis pelo destinatário. A primeira emissão de bitcoin aconteceu em 2009 e desde então até o 1º semestre de 2017 foram emitidas 16 milhões de bitcoins.

O(s) criador(es) das Bitcoins utilizava(m) um pseudónimo para se apresentarem: Satoshi Nakamoto e que seria originário do Japão. Mas não há certezas quanto à verdadeira identidade do criador. A teoria mais recente apresenta o australiano Craig Wright como o verdadeiro criador das bitcoins, mas por agora ainda é tudo especulação.

Inflação das bitcoins

As bitcoins têm um algoritmo que limita o máximo de bitcoins a 21 milhões. Este número está perto de ser alcançado, mas o crescimento não será tão rápido como o que aconteceu no início, pois atualmente os blocos de emissão de bitcoins são de 12.5 Bitcoins e é reduzido para metade a cada 4 anos (no início um bloco continha 50 Bitcoins). Por este motivo, os preços em Bitcoin não vão subir de forma vertiginosa.

Bitcoin é um bom investimento?

Não é prudente afirmar, em relação ao quer que seja, que determinado investimento é bom, sem nos salvaguardarmos que tudo depende do perfil do investidor, contexto e capacidade de correr riscos. Tudo o que aqui será dito não deve ser entendido como um aconselhamento ao investimento. No entanto queremos realçar que um bitcoin já vale mais que uma onça de ouro.

A valorização das bitcoins é grande parte da responsabilidade dos chineses que têm aderido massivamente a esta nova forma de transacionar (repare que estas moedas permitem o investimento de forma anónima). Se continuarem a haver muitas pessoas a valorizarem as bitcoins, o seu valor pode continuar a subir, mas nada é garantido. O facto de existir bom histórico não é garantia de sucesso no futuro. Ainda para mais num mundo como o nosso em que há notícias diárias que podem influenciar os comportamentos no mundo inteiro. Ainda no início de setembro houve uma espécie de “crash” que levou à desvalorização de 20% em 2 dias das bitcoins.

Qualquer pessoa pode ter acesso às bitcoins e cada vez há mais comerciantes a aceitar transações nesta unidade monetária, como é o caso de empresas como a Microsoft, Dell, Subway ou mesmo pequenos negócios que poderão passar por clinicas dentárias, alojamento local, gasolineiras. Em Portugal já há mais de uma centena de locais onde pode pagar com bitcoins.

É seguro pagar com bitcoins?

Todas as transações com moedas descentralizadas têm risco, nomeadamente o risco de se utilizar a mesma moeda para efetuar mais do que uma transação (o double spending). No caso das Bitcoins é mais difícil que tal aconteça porque a maioria da produção não está num só “player”. Como utilizador de Bitcoins tem o controlo sobre as taxas de transferências, pagamentos internacionais instantâneos e conhecimento das variadas medidas de proteção contra fraude.

Porque não procurar investimentos alternativos?

Participar em moedas e euforias costuma resultar em maus resultados no que toca aos investimentos. Caso pretenda assumir riscos existem outros produtos como os fundos de investimento ou mesmo o investimento direto em ações. Pelo menos compra algo que existe fisicamente (ou pelo menos existem as empresas que emitem estes produtos). Se não pretende risco talvez faça sentido olhar para outros produtos como os seguros de capitalização ou mesmo para os certificados de aforro. Em qualquer dos casos deverá diversificar os seus riscos.

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário:

NOS


<%-- negocios e empreendedorismo --%> Blogs do Ano - Nomeado Negócios e Empreendedorismo