Poupança

Como trocar os vouchers dos manuais escolares gratuitos e poupar noutros materiais

Livros escolares
Written by A Carteira

O início do novo ano escolar está a pouco mais de um mês de distância e muitos encarregados de educação ainda andam às voltas com os manuais escolares, mesmo antes de partir de férias.

Para além dos manuais escolares serem agora gratuitos para a escola pública e para as escolas com contratos de associação, no próximo ano lectivo 2019/20 serão para todos os alunos até ao 12º ano em território nacional, o que torna a medida muito mais abrangente.

A plataforma Mega é o instrumento que gere a atribuição dos manuais escolares, através de um sistema de vouchers. Perceba aqui como aceder e obter os manuais gratuitos e como poupar nos restantes materiais, que não são gratuitos, como cadernos de actividades e outros materiais de apoio ao estudo.

Como ter acesso aos vouchers?

Os encarregados de educação dos alunos têm de se inscrever na plataforma MEGA – www.manuaisescolares.pt ou na aplicação para telemóveis e tablets, ‘Edu Rede Escolar’ (android ou iOS). Para isso têm de apresentar o seu número de identificação e também o número de identificação fiscal (NIF). Este último tem de ser validado, através de login, no Portal das Finanças, para garantir que corresponde ao do encarregado de educação.

Quem não tiver acesso à Internet, deve dirigir-se à escola onde está matriculado o seu educando e pedir os vouchers em papel. De notar que esta medida contempla uma mistura de livros novos e reutilizados – atribuídos aleatoriamente – e que não pode fazer pedidos. Ou seja, terá de aceitar os que lhe forem destinados. Os cadernos de atividades, também incluídos nas listas de material, não estão incluídos e terão de ser comprados à parte.

O voucher indica se o manual deve ser levantado nas livrarias/papelarias autorizadas (caso se trate de um manual novo) ou na escola (livro reutilizado).

Quando serão emitidos vouchers?

Os vouchers já estão a ser disponibilizados, a partir do dia 9 de Julho, para os alunos dos seguintes anos de escolaridade:

1.º ciclo: 2.º, 3.º e 4.º anos
2.º ciclo: 6.º ano
3.º ciclo: 8.º e 9.º anos
Secundário: 11.º e 12.º anos

Os vouchers relativos aos manuais dos anos de início de ciclo (1.º, 5.º, 7.º e 10.º) ficarão disponíveis a partir de 1 de Agosto.

Como trocar o voucher e poupar noutros materiais?

Um dos pontos aderentes autorizados, o Continente Online, dá-lhe vantagens para trocar os vouchers Mega, entre outras, para poupar no início do ano letivo. Pode reservar de forma prática, via Internet, e partir de férias sem preocupações.

Apenas os manuais escolares são gratuitos. Tem 10% de desconto em Cartão Continente na compra de livros escolares, sem voucher, e cadernos de actividades, para reservas até 31 de Julho. E, ainda, 10€ de desconto, para reservas de livros escolares sem vouchers e cadernos de atividades, numa próxima compra online, para reservas até 31/08;

As entregas são grátis, em casa, no trabalho, ou pode levantar em vários pontos espalhados pelo país

Tem 10€ de desconto imediato, para quem não tem vales, numa próxima compra online (se reservar até 31/08); Pode aproveitar também 20% de desconto em cartão em apoio escolar, como gramáticas, dicionários, livros de preparação para exames ou livros do plano nacional de leitura.

Os manuais gratuitos têm de ser devolvidos?

Sim. No final do ano letivo, os encarregados de educação deverão devolver às escolas os manuais que receberam. Mas existem exceções: no 9.º ano, como os alunos têm exames a Português e Matemática, poderão ficar com os manuais destas disciplinas dos dois anos anteriores e entregá-los só depois das provas; o mesmo será válido para os alunos do ensino secundário, que poderão ficar com os manuais das disciplinas em que pretendem fazer os exames do 11.º e 12.º ano, devolvendo tudo no final.

Existe penalização para quem devolva os manuais em mau estado?

Sim. Se os manuais não estiverem em condições de serem reutilizados, os encarregados de educação poderão ter de pagar o valor de capa do livro. Se tal não for feito, poderão ficar impedidos de receber manuais gratuitos no ano seguinte.

Em conclusão: controle o orçamento familiar e vá de férias descansado  

Muitas famílias preferem ter as compras obrigatórias feitas, nomeadamente porque em termos de orçamento familiar é mais fácil gerir agora as despesas obrigatórias com os subsídios de férias que muitos trabalhadores recebem. Dar prioridade à educação é importante para uma boa gestão financeira e de vida.

O Continente Online oferece-lhe descontos que podem ajudá-lo a gerir melhor o investimento obrigatório no início do ano lectivo. Pode tratar de tudo online, sem ter de se deslocar, e terá entrega gratuita dos livros escolares em casa ou num ponto de recolha à escolha. Resolva com facilidade o que mais o preocupa e tenha umas férias mais tranquilas.

Sobre o autor

A Carteira

Deixe o seu comentário: