Poupança

Como diversificar as suas poupanças

investimento em bolsa
Written by A Carteira

Se tem dinheiro para investir a pior coisa que pode passar pela cabeça é imaginar perder o seu dinheiro. Uma das estratégias que pode utilizar é a diversificação dos seus riscos. Mas o que significa a diversificação? Como diversificar as suas poupanças? Veja algumas dicas que podem ajudar.

O que significa correr risco nos investimentos?

Quem investe assume riscos. Investir significa aplicar o dinheiro em projetos que irão gerar rendimentos ou mais/menos valias no futuro. O futuro é incerto e o risco mais não é do que o impacto financeiro desta incerteza. E desengane-se quem acha que para ganhar dinheiro não tem de correr riscos. Aliás, hoje em dia os produtos com baixo ou reduzido risco (como os depósitos a prazo) proporcionam taxas de retorno que serão inferiores à taxa de inflação, o que significa que estará a perder dinheiro.

Para diversificar deve comprar vários ativos

A primeira regra da diversificação consiste em não colocar o dinheiro todo no mesmo produto ou aplicação financeira (popularmente falamos da necessidade de não colocar os ovos todos no mesmo cesto). Ao colocar o dinheiro em mais do que um produto já está a diversificar os seus riscos, mesmo que esta diversificação não seja perfeita. Está a reduzir parcialmente o risco específico daquele produto em concreto.

Invista em ativos com diferentes perfis

Ao investir em vários ativos está a diversificar. É importante, no entanto, que compre ativos com diferentes perfis de investimento. Por exemplo, ao comprar ações e obrigações está a investir em produtos distintos, com riscos e potencialidades distintas. Chega a acontecer que quando um destes produtos valoriza o outro desvaloriza e vice-versa.

Invista em bloco

É possível investir o seu dinheiro em produtos de investimento coletivo como os fundos de investimento ou mesmo alguns seguros financeiros. Na realidade, ao comprar uma unidade de participação num fundo de investimento irá aplicar o seu dinheiro num produto cujo valor está dependente da evolução de dezenas ou mesmo centenas de ativos.

Tenha um plano de entregas periódicas

Uma última ideia no que toca à diversificação consiste na constituição de um programa de entregas periódicas. Mas como é que isto é diversificar? Na prática, o que está a fazer é diversificar no tempo. Está a comprar os seus ativos financeiros em diferentes momentos no tempo. Assim garante que alisa o preço de compra e garante que não compra apenas em situação de pico de mercado.

É importante considerar que só devemos investir em produtos e ativos que conhecemos, numa carteira diversificada e com uma estratégia bem definida. Se quer começar a investir sugerimos que conheça em maior detalhe o que são fundos de investimento e se tiver dúvidas não hesite e deixe o seu comentário na caixa abaixo.

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário:

NOS


<%-- negocios e empreendedorismo --%> Blogs do Ano - Nomeado Negócios e Empreendedorismo