Poupança

Será que deve subscrever depósitos a prazo?

poupar dinheiro no aquecimento
Written by A Carteira

A queda das taxas de juro EURIBOR tem tido impactos nas finanças das famílias portuguesas. Neste artigo vamos falar-lhe destes impactos no contexto da poupança e responder à pergunta: será que os depósitos a prazo ainda valem a pena.

Como funciona o mecanismo de taxas de juro?

O conceito de taxa de juro é muitas vezes associado ao preço do dinheiro. É o preço a que determinado agente económico está disponível para ceder temporariamente a utilização do seu dinheiro a outro agente. Quem precisa de dinheiro irá pedir um empréstimo a quem tem excesso de liquidez. O primeiro paga um valor ao segundo. É simples.

Acontece que a evolução das taxas de juro está associada ao contexto económico. Em momentos de crescimento as taxas sobem pois existem mais alternativas para investir o dinheiro, pelo que o dinheiro fica mais escasso. Em momentos de crise assistimos ao inverso. O dinheiro fica mais barato e isso servirá de incentivo ao endividamento.

Como estão as taxas de juro atualmente?

Nos últimos meses temos assistido ao reforço da queda das taxas de juro de mercado sendo tipicamente utilizado o indexando ou referencial EURIBOR (em alguns prazos assistimos mesmo a taxas de juro negativas). Esta evolução implica que:

  • Quem tem crédito irá pagar menos todos os meses (excluindo-se os casos em que as taxas de juro são fixadas à partida);
  • Quem tem poupanças irá receber menos pelos seus depósitos.

Esta queda das taxas de juro é um dos fatores responsáveis pela queda da taxa de poupança das famílias e em parte pela subida do valor das casas com os aforradores a aplicar o seu dinheiro no mercado imobiliário visto que a maioria dos bancos remunera os seus depósitos a taxas muito próximas de zero.

Será que vale a pena fazer depósitos a prazo atualmente?

Os depósitos a prazo são aplicações financeiras que têm um nível de risco muito reduzido e que dispõem de liquidez imediata (na sua grande maioria). Assim é natural que as taxas de retorno não sejam as mais elevadas no mercado, pois o risco e o retorno têm de estar associados.

Será que os depósitos a prazo valem a pena? Depende. Depende do banco que escolher pois a oferta entre os vários bancos é muito distinta. Os bancos tradicionais dão sinais de não querer ter mais liquidez ao não remunerar os seus depositantes (ou dar taxas muito próximas de zero). Os bancos que estão a surgir e a desejar quota de mercado, como o caso do Banco BNI Europa, do Banco BIG ou do Banco CTT estão na disposição de proporcionar taxas de juro mais atrativas.

É fundamental que perceba que alguns bancos têm taxas de juro muito elevadas mas em prazos curtos, os chamados depósitos promocionais. Sugerimos que prefira os bancos cujas taxas são estáveis quer seja um novo cliente quer seja um cliente atual. Também é importante que tenha em atenção as comissões e demais encargos que suporta na conta à ordem pois muitas vezes olhamos para a taxa de juro e perdemos dinheiro com comissões que eram perfeitamente evitáveis.

Sobre o autor

A Carteira

A Carteira é constituída por uma equipa de profissionais com muita experiência no setor financeiro. A nossa missão é ajudar as famílias a ter uma melhor relação com o dinheiro. Acreditamos que é possível poupar dinheiro, investir tempo e dinheiro na melhoria das nossas condições de vida. E estamos cá para ajudar com os conteúdos para que possa tomar as melhores decisões financeiras.

Deixe o seu comentário:

NOS


<%-- negocios e empreendedorismo --%> Blogs do Ano - Nomeado Negócios e Empreendedorismo